top of page
bewave.perfil.png

be wave.

. um blog para a cultura .

"separarnos para seguir juntos": despedimo-nos dos arnau griso em madrid

despedimo-nos dos arnau griso em madrid. com a certeza que estes três últimos concertos estão a ser os melhores e os mais difíceis destes onze anos.


© be wave.


a última música lançada pela dupla, eric blanch, abriu o concerto de uma forma que ninguém esperava. e se muitos esperavam que aquele fosse o final do concerto, com um "buenas noches y muchas gracias", arnau e eric trocaram-nos voltas. na verdade, não havia melhor forma para começar depois de ver um vídeo tão emotivo como o que passou. aquilo que começou "como una broma" está a acabar. "separarnos para seguir juntos" é, talvez, a par de perceber que "los focos también crean sombras", a forma mais bonita e honesta de seguir caminhos diferentes, ainda que se continuem sempre a cruzar.


o concerto que consideraram "de risco" acabava de começar. "obrigado a todos por estarem aqui, esta noite, a apoiar-nos, até ao final", disse eric.


"no sé nadar" mostrou que talvez não precisemos de "un tutorial para vivir". afinal, todos sabíamos as músicas de trás para a frente e cantávamos - ou improvisávamos -. "¿qué me recomienda usted, doctor?" foi a pergunta feita logo de seguida em "el gusto es mío". e, para os fãs, a resposta é óbvia.


se queremos um público em êxtase, basta ouvir os primeiros acordes de "del uno al diez". funciona e é impossível não cantar e dançar ao ritmo da música, mesmo daquelas que ainda não foram escritas porque "ya no me quedan frases de tazas para otro estribillo más".


em jeito de celebração, e porque "nunca has sido tan viejo", os arnau griso interpretaram "regalate". as mensagens a que sempre nos habituaram estão bem claros nesta música: "pierde los sentidos/pero nunca el tiempo/celebra tu pasado/porque el futuro es incierto/brinda con tus miedos/insulta al espejo/quema meses en noches/con colegas como estos".


arnau aproveitou a canção seguinte para lembrar a importância de deixa um mundo num lugar melhor para os que vêm depois de nós com "carta al hijo que aun no tengo". "fizemos esta música para o último disco, queríamos que fosse uma canção alegre, mas acabou por se tornar numa da mais nostálgicas. se queremos ter filhos, ou pelo menos queremos ter futuro como espécie e como humanos, devíamos começar a fazer mudanças no planeta. que cada um de nós faça tudo o que pode, porque está claro que os políticos não fazer o favor de mudar as coisas. temos que fazê-lo nós, vamos dar-lhes razões para acreditarem que mudar o mundo até um sítio melhor, vão ser votos para eles", apresentou arnau.


seguiu-se "mambo", dedicada por eric à pessoa com quem partilha mais tempo fora do trabalho, e "desamortil". o wizink cantou-se a uma só voz: "si la patata le ha dejado de latir/empiece a tomar desamortil/na fórmula basada en alcohol y chocolate/bares, netflix, deporte y viajes".


o momento que veio depois foi, provavelmente, o mais sincero e honesto da noite. "te lo juro" foi anunciada por arnau, que trouxe consigo a importância de dar valor à saúde mental. "aprendi duas coisas que queria partilhar com vocês, porque acho que é algo importante e que pode ser um salva vidas para todos nós. se estão mal, peçam ajuda. tens que pedir ajuda. é super fácil dizer isto, mas custa muito fazê-lo. a outra coisa podemos fazê-la todos, não é preciso conhecer alguém que está mal ou estarmos nós próprios mal. deixemos de perguntar "como estás?" como uma pergunta por educação. vamos fazê-la de verdade. vamos perguntar às pessoas de quem gostamos e está à nossa volta "como estás?". se fizermos estas duas coisas, asseguro-vos que as coisas vão ser muito mais fáceis. os que estamos mal vamos ter a oportunidade de dizer que estamos mal e quem está do outro lado pode ajudar quem está mal".


o concerto seguiu com "yo" e "poncho", que continuavam a contar a história dos dois cantores que se apresentaram, pela última vez enquanto dupla, em madrid. "malditharina" não desiludiu e começou em tons mais calmos, como se de algo bem forte se tratasse: "mamá, lo siento, tengo un problema".


balões de todas as cores surgiram quando se ouviram os primeiros acordes de "ser y estar". um hino à amizade e a todos os amigos que, estando perto ou longe, são o verdadeiro exemplo de ser e estar. que sejamos todos capazes de dizer mais vezes "te quiero". "abracem os vossos amigos, digam "te quiero". o mais importante na vida é amar e cuidar. façam-no!".


e depois de uma das músicas mais conhecidas dos arnau griso, o público foi levado a quando tudo começou, em casa, com "one euro, one party". foi esta a primeira música disponível no youtube e que rapidamente se tornou viral. a uns dos heróis da pandemia, foi também feita uma homenagem, com don micilo, porque, na verdade "la gente ya no cocina y pedido tras pedido se los come la rutina".


"quiero, quiero, quiero" trouxe uma nova mensagem à plateia. foi com este tema que eric e arnau colaboraram com a ong petit detalls, uma organização que promove projetos que tenham como objetivo melhorar o nível de vida da infância, baseando-se na educação, desenvolvimento social, saúde e empoderamento de mulheres e crianças em zonas rurais de uganda.


a crítica às redes sociais, que acabou por se tornar uma crítica a eles próprias, presenteou o wizink com "para que el mundo lo vea". "filmaré mi noche y la subiré instagram" - afinal, esta estava a ser uma das melhores noites dos fãs da banda que agora termina.


"mi otro yo" e "autoextinción" vieram provar que todo temos um gémeo louco, que "soy mi peor enemigo, nunca coincido conmigo" e que "el ser humano es extraordinario".


não podia terminar de outra forma, com "es gratis". antes de artistas, aqueles que sobem aos palcos são também pessoas. e são pessoas que têm algo para gritar ao mundo, os valores e a forma como levam a vida - "no hay prisa, que ser feliz es gratis". escrever letras para canções para um público jovem, ou não, é passar mensagens e é a vontade imensa de querer mudar o mundo. mesmo sabendo que não o vais mudar por completo, vais mudar cada pessoa que te vai ouvir. e se cada um dos que te ouvir agradecer "tener comida en tuppers", "el primer día de vacaciones" ou uma "siesta ilimitada", o mundo fica um lugar melhor.


se cada um desses souber "ser y estar" e perceber que não diz "suficiente que te quiero", é mais um passo dado para um mundo melhor.




bottom of page