top of page
bewave.perfil.png

be wave.

. um blog para a cultura .

"que força é essa amiga": capicua adapta música de sérgio godinho e fá-lo no feminino

capicua está de volta às edições em nome próprio com "que força é essa amiga", uma adaptação da canção original de sérgio godinho, com uma letra que aborda a importância de reconhecer o valor do trabalho doméstico e reprodutivo, habitualmente garantido pelas mulheres. uma canção marcadamente feminista, que nos chega hoje, dia 8 de março, dia internacional da mulher.


© direitos reservados

neste tema poderoso e ímpar, a artista alterou os versos conhecidos da canção original por frases novas, que alertam para a realidade que muitas mulheres vivem: o trabalho doméstico, o trabalho reprodutivo, os cuidados informais que não são remunerados, várias formas de exploração da mulher e do seu corpo que são, muitas vezes, invisíveis.


esta é uma canção insurgente e subversiva, que nos deixa o mote para uma reflexão: "que força é essa, amiga, que te faz levar o mundo todo na barriga?".


capicua confessa que fazer versões de canções alheias sempre lhe "pareceu estranho". "se já está escrito, perde-se o sentido. se não escrevi, raramente apetece dizer com a minha voz, as palavras parecem-me demasiado alheias", justifica. contudo, acredita que há exceções, "primeiro, porque as palavras de sérgio godinho estão sempre próximas, ecoam nas paredes da casa mãe, estão no domínio da memória mais profunda e, talvez por isso, são familiares demais para soarem estrangeiras. segundo, porque já as tenho visitado de tempos a tempos, com ele em palco, sampleando, citando ou aludindo, nas minhas canções ou em homenagem. e depois, porque a generosidade infinita do sérgio e o seu desprendimento permitem que a versão se faça na (re)escrita (e assim ainda entusiasma mais)".


no ano em que celebramos os 50 anos do 25 de abril, a rapper recorda que "há que celebrar o caminho feito, mas importa relembrar que nunca podemos dar essas conquistas como garantidas e que temos ainda muito a fazer para que a igualdade seja plena e para todas (sobretudo dentro de casa)".


esta é, diz, a sua forma de celebrar abril, "homenagear um dos seus maiores ícones musicais (sérgio godinho) e de semear, como ele, a semente do inconformismo, no coração de todas as mulheres que dão o tempo e o sangue para garantir a economia do cuidado e a mão de obra do futuro. a minha versão é delas!".


a canção foi escrita por sérgio godinho (frases originais que se mantiveram) e capicua, composta por sérgio godinho, e os novos arranjos ficaram a cargo de luís montenegro. todos os instrumentos foram tocados por luís montenegro, também responsável pela produção, a mistura e a masterização.


o lyric video que acompanha este lançamento foi realizado por andré tentúgal.

Comments


bottom of page