top of page
bewave.perfil.png

be wave.

. um blog para a cultura .

50 anos do 25 de abril celebrados com programa "robusto, rico e diverso" em guimarães


guimarães prepara-se para comemorar os 50 anos do 25 de abril, e foi no café milenário, emblemático durante o 25 de abril na cidade, que se apresentou o programa.


© direitos reservados

o vereador da cultura, paulo lopes silva, acredita que este é um programa "mais robusto, rico e diverso". abril com cantigas do maio vai manter o formato, convidando diversas instituições locais a integrar a programação, seguindo um modelo que se revelou "um sucesso ao longo dos anos".


já esta quarta-feira, começaram as visitas guiadas e consultas de documentos sobre o 25 de abril no arquivo municipal alfredo pimenta. no sábado, dia 6, o pavilhão desportivo francisco de holanda recebe uma atividade que celebrará o dia internacional do desporto ao serviço do desenvolvimento e da paz.


no dia 13, será inaugurada a exposição "trilogia de abril: revolução, liberdade, democracia", de vitor ferreira, mafalda neves e bigod, no jardim da alameda de são dâmaso. bigod será ainda responsável pelo workshop de stencil que decorrerá no mesmo local.


também o largo do toural será palco de exposições, com as fotografias de simão freitas a serem expostas para a cidade entre os dias 19 de abril e 9 de maio. inserido no projecto excentricidade, "canções dos cantores de intervenção" será apresentado pelo orfeão de guimarães, no auditório da sociedade musical de pevidém, no dia 19 de abril.


no dia seguinte, o teatro jordão recebe o concerto "sons de abril", este ano com a presença de pedro emanuel pereira e comentado por antónio vitorino d'almeida e miguel leite. já o grupo cultural e recreativo de campelos apresenta "50 anos de 25 de abril", no salão paroquial de ponte.


na antiga loja gamôr, na rua paio galvão, estará patente a exposição "dá-se um lírio e um canivete", pensada por alunos do instituto politécnico do cávado e ave , entre os dias 23 de abril e 5 de maio.


no dia 24, será inaugurado o mural "50 anos a construir abril" que começará a ser criado no dia 18, com participação aberta ao público, uma iniciativa organizada pelo centro infantil e cultural popular de guimarães (cicp). nessa quarta-feira, o convento das domínicas recebe também a exposição comemorativa da fundação do cicp.


ainda nesse dia, o grande auditório francisca abreu do centro cultural vila flor recebe o tradicional concerto "sons da liberdade", protagonizado pela banda musical de pevidém e pelo coro da liberdade, sob a orientação e imagens do cineclube de guimarães. "pretendemos que algumas dessas canções sejam canções portuguesas que foram feitas para bandas sonoras", explicou carlos mesquita, do cineclube.


no dia 25 de abril, a programação concentra-se na sessão solene da assembleia municipal, às 11h00, no "concerto comemorativo do 25 de abril" da banda musical das taipas, no largo condessa do juncal, e no concerto "50 anos de abril", durante a tarde, no jardim da alameda.


a biblioteca municipal raul brandão tem patente a exposição "livro, espaço de liberdade e memória", até ao final do ano. já a sociedade martins sarmento apresenta, até 4 de maio, a exposição "25 de abril" e, entre 19 de abril a 30 de junho, "portugal 50 anos depois".


no dia 27, no museu de alberto sampaio haverá o "concerto de abril", pela escola de música josé neves do círculo de arte e recreio. já no teatro jordão, decorrerá o espetáculo "sons e vozes de liberdade", pelos osmusiké.


a sociedade martins sarmento organizará o ciclo de conferências "conversas em liberdade", que pretendem "projetar o futuro, pensar o que já fizemos e o que falta fazer passados 50 anos". o cineclube projetará um ciclo de filmes e apresentará o trabalho fotográfico de santos simões, uma faceta que conheceram quando trabalharam para editar o livro referente aos 50 anos do 25 de abril. "a ideia é pôr em catálogo todas as fotografias que ele fez", avançou carlos mesquita.


vê a programação completa aqui.

Comments


bottom of page